Home » Anedotas » O valente galo do Alentejano…

O valente galo do Alentejano…

Um agricultor tem grande orgulho no seu galo que é um autentico machão. O bicho levava tudo à frente! Um dia vai lá o compadre e o tipo decide mostrar-lhe a quinta.
– Compadre tenho orgulho nos meus animais, mas tenho cá um galo que é uma maquina, quer ver?
– Ena, então mostre lá o bicho, compadre! Temos que ver isso!

Vão os dois em direcção ao galinheiro e pimba! Lá estava o galo em plena acção.
– Tá a ver, agora são as galinhas!
E o galo pimba, pimba, ele é uma galinha, ele é 2 ,3 ,4 , 6, 8, 10, o galinheiro todo…
– Porra, compadre o seu galo é terrível!
– Espere aí, homem, que ainda não viu nada!
O galo papa as galinhas todas e passa para os coelhos.
– Tá a ver, eu não lhe disse! Agora marcham os coelhos todos!
– Porra! EEEHHHH, bicho!
Depois dos coelhos, vai para o estábulo… leva os cavalos todos à frente, sai do estábulo e segue para as vacas que estavam a pastar… tumba, tumba, ele é patas para um lado, patas para o outro… quando papa a última, cai redondo no chão.
– Então compadre, que é que aconteceu ao bicho? Morreu? Também não admira!…
O homem, muito aflito, vai a correr ter o galo e diz:
– Então, meu rapaz o que é que te aconteceu? Levanta-te! Não me morras assim, tu que eras o meu orgulho…
E várias horas se passam e do bicho nada! Ao fim de algum tempo, começam a aparecer abutres a sobrevoar o galo o dono vai junto ao galo e diz:
– Então meu bicho morreste mesmo? Até já tens os sacanas dos abutres a cobiçar-te a pele…!
O galo de repente pisca-lhe o olho esquerdo e diz-lhe com cara de malandro:
– Deixa-os poisar, meu velho, deixa-os poisar que nunca papei um abutre…!